A maconha é considerada uma planta feminina, isso porque é da planta fêmea que são extraídos os canabinoides usados nos medicamentos à base de Cannabis e também são elas que “reinam” nos grows mundo a fora de quem faz uso adulto. Mas parece que não é só no mundo vegetal que a fêmea é a protagonista quando o papo é Cannabis.

Na indústria da Cannabis norte-americana se concentra a maior porcentagem de mulheres executivas em comparação a outras indústrias, de acordo com a comunidade digital Cannabis Feminist, que acredita que esse segmento industrial será o primeiro segmento de bilhões de dólares administrado por mulheres.

E para falar sobre essa indústria marcada pelo empreendedorismo feminino, a SXSW Conference & Festivals 2020, que acontecerá entre os dias 13 e 22 de março, no Texas (EUA), trará embaixo no guarda-chuva do tema Cannabusiness o painel Mulheres em Cannabis Meet Up, com a presença da feminista de cannabis Jessica Assaf, da Cannabis Feminist, para discutir o papel da mulher na indústria entre outras questões que envolvem mulheres e Cannabis.

A SXSW é um misto de conferência e festival que reúne palestrantes e artistas, como do cinema e da música, para discutir novas ideias da indústias nesses setores e também de setores inovadores, como é o caso da Cannabis, para promover o crescimento interativo e profissional desses segmentos.